Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos forma 63 jovens para o mercado de trabalho

Publicação:

Formatura Alvorada
Formatura Alvorada - Foto: Mauricio Tonetto

A Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos através do Centro da Juventude Alvorada formou nesta sexta-feira (3/5) a terceira turma de jovens atendidos pelo Programa de Oportunidades e Direitos (POD). Eles concluíram os cursos qualificação profissional de auxiliar administrativo e de embelezamento. Foram entregues 63 certificados.

Entre os formandos, alguns mal conseguiram aproveitar a festa – e por bons motivos. Deverson Luis de Oliveira pegou o diploma e saiu correndo para fazer uma entrevista de emprego. Rafaela Ramos Roseira também teve que deixar a formatura no meio para não se atrasar para a aula do curso de Arquitetura.

A formatura é mais uma prova de como o POD, vinculado à Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), está fazendo a diferença na vida deles, comentou Sheila dos Santos, representante da Associação São Jerônimo, entidade parceira do governo estadual na gestão do CJ Alvorada. “É um orgulho ver nossos jovens se destacando, ganhando o mundo do trabalho, empreendendo, entrando numa universidade. Eles estão buscando um espaço que é deles e mudando a realidade também da comunidade”, disse.

A jovem Danieli Pedrozo, 20 anos, ainda não está trabalhando. Conseguiu curtir a festa inteira. E com um convidado muito especial. O filho, de sete meses, Pedro Antônio, fez parte de toda a trajetória da jovem no Centro da Juventude Alvorada.

Ainda grávida, ela enfrentava o caminho a pé até o CJ e se dividia entre as aulas e o acompanhamento pré-natal. Quando finalmente ia se formar, o bebê nasceu. Só agora conseguiu concluir o curso profissionalizante de embelezamento.

“O POD me mostrou que eu posso ter uma carreira, que eu posso superar meus desafios. Me mostrou quando eu estava grávida, por que não vou poder vencer agora? Estou muito feliz! Esse diploma é fundamental para mudar a minha vida e a dele”, comemorou Danieli, que está distribuindo currículo e participando de processos seletivos.

Na festa de formatura, o secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Catarina Paladini, conheceu o espaço, conversou com os jovens e entregou os certificados. Ele agradeceu a parceria da sociedade e da prefeitura de Alvorada e destacou a importância do trabalho conjunto na construção de uma política pública eficiente.

“É importante acreditar, trabalhar com paixão e dedicação, mas trabalhar juntos. Aqui estamos formando vencedores, jovens preparados para enfrentar as adversidades da vida, cidadãos que sabem muito bem o que querem. E essa formação não é apenas para o mundo do trabalho, mas para a vida. Que a gente possa multiplicar isso”, enfatizou.

O evento reuniu os familiares e amigos dos jovens, a equipe da SJCDH, do CJ, da Associação São Jerônimo, além de convidados da comunidade e representantes da prefeitura de Alvorada.

Reforço escolar

Desde o início das atividades, em setembro de 2017, até abril deste ano, o CJ Alvorada atendeu 1.298 pessoas. Com a turma desta sexta-feira, já formou 342 nos cursos profissionalizantes, encaminhou cerca de 50 ao mundo do trabalho e tem diversos alunos dos cursos que estão empreendendo. Atualmente, tem cerca de 350 matriculados e acompanha 809 jovens da comunidade em seus Planos Individuais de Realização.

No Centro da Juventude Alvorada são oferecidos os cursos de auxiliar administrativo, informática, corte e costura, embelezamento, trança afro, maquiagem e garçom e garçonete, além de orientação profissional e orientação para o mercado de trabalho.

Os jovens também podem fazer reforço escolar e frequentar oficinas de dança, futebol, tamboreiro, tatuagem, teatro e artes marciais (Muay Thai). A unidade oferece atendimento psicossocial e atividades de Justiça Restaurativa.



SJCDH - Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos