Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Leo Beone é o novo coordenador de Diversidade Sexual do Estado

Publicação:

16090052 1715594 GD
Uma de primeiras ações de Beone é a criação da campanha estadual “Liberdade, Igualdade e Humanidade” - Foto: Divulgação / SJCDH
Por Texto: Ascom SJCDH Edição: Secom

Natural de Piratini (RS) e residente em Pelotas há mais de 15 anos, o empresário Leo Beone assumiu a Coordenadoria de Diversidade Sexual da Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) do Rio Grande do Sul. Militante da causa LGBTQI+ desde 2008, ele é um dos fundadores da Associação de Gays, Lésbicas, Bissexuais e Transgêneros da cidade de Pelotas.

Em 2012, Leo Beone assumiu a presidência da Associação LGBT de Pelotas, quando promoveu uma série de eventos de combate à homofobia, como a Parada da Diversidade e o programa Pelotas Sem Homofobia. Beone lutou, em conjunto com a Câmara de Vereadores do município, pela criação da Corte Gay do Carnaval de Pelotas, dando ampla visibilidade à causa durante a festa.

Beone é pai de um menino de 12 anos, adotado com o ex-companheiro em 2009. O caso repercutiu em todo o Rio Grande do Sul, pois o Ministério Público ingressou com uma ação favorável sob o argumento de que é um direito de qualquer pessoa adotar por amor.

À frente da Coordenadoria de Diversidade Sexual do RS, Leo Beone vai lutar principalmente por direitos iguais a todos. Uma de suas primeiras ações é a criação da campanha estadual “Liberdade, Igualdade e Humanidade”.

“É o lema do brasão do nosso Estado da época dos farrapos, onde já havia anseio de liberdade do ser humano, igualdade entre os povos e humanidade que expressa o bem comum”, afirma Beone.

Outras ações também estão sendo planejadas, como levantamento e pesquisa sobre violência contra a população LGBTQI+ e o mapeamento de como vivem as pessoas. O passo seguinte é a criação de políticas públicas baseadas nas evidências e nos dados analisados.

SJCDH - Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos