Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Socioeducandos do Case Pelotas participam do Projeto Sesc Dramaturgia

Oficina A Palavra na Cena acontece virtualmente até o dia 16 de julho

Publicação:

 Case Pelotas participa do Projeto Sesc Dramaturgia
Case Pelotas participa do Projeto Sesc Dramaturgia
Por Naomi Machado

Os adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Pelotas participam desde o dia 5 de julho da oficina de dramaturgia “A Palavra na Cena”, desenvolvida por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Pelotas e o Sesc. Nela, os adolescentes irão receber noções para a criação de uma peça, que vão desde a produção prévia de uma cena, até a escritura que se dá durante uma sala de ensaio, além de exercícios de escrita e composição cênica. 

A atividade, disponibilizada via plataforma online Zoom durante seis encontros, está sendo ministrada pelo dramaturgo Diones Camargo, autor de mais de 20 peças, muitas delas nacionalmente premiadas e encenadas por diversas companhias de países do exterior. Para Camargo, projetos como este são um caminho precioso para inclusão da arte na sala de aula. “O projeto do Sesc Dramaturgias é uma excelente oportunidade de formar público de teatro e, ao mesmo tempo, estimular os participantes a criarem suas próprias narrativas, ouvindo as vozes que historicamente foram caladas. Creio que somente assim é que a nossa sociedade poderá evoluir um pouco”, comenta.

A parceria entre o Sesc e o Case Pelotas, que possibilitou aos socioeducandos a participação na oficina, se deu por meio de um convite da Secretaria Municipal de Cultura de Pelotas, com o objetivo de oportunizar aos adolescentes a experiência da construção da escrita, criação de histórias e a desenvolver a habilidade de elaborar roteiro, enredo, personagens e reflexão de contextos. 

Segundo a diretora do Case Pelotas, Daiane Dias, a parceria com as instituições do sistema é de enorme relevância como forma de proporcionar aos jovens atividades diversificadas que saem da rotina. “Estas oficinas são interessantes à medida em que propiciam contato com a cultura, através da arte, levando-os a novas experiências e, acima de tudo, despertando e fomentando novas habilidades, que até então poderiam ser desconhecidas por eles”, destaca a diretora.

SJCDH - Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos