Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Violência contra os idosos é debate em Fórum na Fenadoce

Publicação:

Fórum de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa
Fórum de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa - Foto: Maurício Tonetto

A Fenadoce é festa, cultura, economia e também um ambiente de reflexão. Um espaço para discutir pautas importantes como violência contra a pessoa idosa. Desta forma foi pensado o Fórum de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa. Realizado pela Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos em parceria com a Assembleia Legislativa, Conselho Estadual da Pessoa Idosa e Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da Força Sindical, o Fórum trouxe dois painéis que abordaram o endividamento e a violência à pessoa.

O secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos Catarina Paladini reiterou a importância da parceria com a Assembleia Legislativa que tem trabalhado nessa pauta através de um olhar apurado, principalmente através do Forum Democrático de Desenvolvimento Regional. “Temos que ouvir quem de fato sente na pele. E os resultados dessa discussão resultam em políticas estaduais válidas que envolvem quem realmente necessita. Nesse período de crise, quando tem que se cortar, sempre se corta na parte mais frágil, no social. E nós compreendemos que era importante promover essa discussão envolvendo vários atores, instrumentos de controle, universidades e principalmente a sociedade civil”, destacou.

Para o diretor do Fórum Democrático de Desenvolvimento Regional Marcos Dutra, o momento é de juntar forças para discutir a pauta do idoso. “Hoje é um dia muito importante para Pelotas, pois estamos realizando mais um Fórum Democrático. É importante neste momento juntarmos forças para discutir a pauta do idoso.  A população idosa hoje são mais de 21 milhões de pessoas e este dado está cada vez mais aumentando. Então, precisamos unir as forças”, realçou Dutra.

O evento contou com dois painéis: O primeiro painel “Empobrecimento da Pessoa Idosa”, foi coordenado pela Presidente do Conselho Estadual da Pessoa Idosa Jussara Rauth e trouxe  três palestrantes: A pesquisadora da UFRGS Sra. Caroline Buaes, trazendo sua pesquisa sobre endividamento da pessoa idosa; A cientista social e política Elis Radmann que apresentou os indicadores e estilo de vida do idoso e o Diretor do ProconRS Diego de Azevedo, que explanou sobre os diretos do consumidor.

Fórum de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa
Fórum de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa - Foto: Maurício Tonetto

Já o segundo painel “Enfrentamento à Violência”, foi coordenado pelo representante do sindicato nacional dos aposentados, pensionistas e idosos da força sindical Lelio Falcão e trouxe como palestrantes lideranças da esfera jurídica: o juiz Marcelo Malizia Cabral, a Defensora Pública Eleonora Mascarenhas Mendonça Caldeira e a advogada Helen Sampaio Borges.

No Rio Grande do Sul, a população idosa chega a 1,8 milhão, o que representa 16,06% do total de habitantes do Estado. Esse contexto social expõe um problema praticamente desconhecido até bem pouco tempo: a violência contra pessoas na velhice. A Organização Mundial da Saúde (OMS) tipifica como abuso o financeiro, o físico, o psicológico e o sexual.

Texto: Sue Gotardo Ascom/ SJCDH

SJCDH - Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos